Transplante Capilar

Técnica FUE

Saiba mais sobre a técnica FUE (Folicular Unit Extraction).

É uma técnica de retirada dos cabelos da área doadora unidade folicular por unidade folicular, sem a retirada de faixa e sem a existência de cicatriz linear. As unidades foliculares são retiradas através da utilização de um pequeno “punch”, que pode ter de 0,7 a 0,9 mm de diâmetro. Esses pequenos orifícios criados cicatrizam rapidamente.

Ela está indicada para pacientes que raspam os cabelos ou os utilizam bem curtos, ou para aqueles que já realizaram outros procedimentos prévios e não têm tanta elasticidade no couro cabeludo. Também pode ser indicada para um quadro inicial de calvície, em que não há a necessidade de se implantar muitos fios.

Trata-se de modalidade que apresenta restrições aos pacientes de cabelos encaracolados pela maior taxa de transecção dos fios. Utilizamos na Clínica Bloch aparelhos automatizados que aceleram o processo de retirada das unidades foliculares.

Vantagens e indicações da técnica FUE:

  • Ausência de cicatriz linear e recuperação mais rápida no pós-operatório;
  • Para a correção de cicatrizes alargadas no couro cabeludo;
  • Baixa elasticidade isolada ou associada a sessões prévias de transplante capilar – técnica tradicional (FUT);
  • Aversão a cicatrizes;
  • Uso de corte muito curto;
  • Para testes em pacientes com Alopecias Cicatriciais;
  • Transplante de barba ou bigode;
  • Para uma cirurgia de complementação de técnica tradicional prévia, em que há a necessidade de menor número de fios.
 

Limitações da técnica FUE:

  • Necessidade de raspar os fios na área doadora;
  • Não pode ser realizada em todos os tipos de cabelos: quanto mais afastadas forem as raízes dos fios, o que ocorre com os cabelos mais crespos maior a chance de lesão desses fios, que não serão aproveitados pra a cirurgia;

Conclusão: A indicação da técnica FUE deve ser feita em conjunto com o médico-cirurgião para se chegar ao melhor resultado possível. A boa indicação de técnica varia para cada caso individualmente.

FUE robótica

Recentemente chegou ao Brasil a tecnologia robótica de extração de unidades foliculares, que permite que a retirada das unidades foliculares da área doadora seja realizada em 2 horas em vez das 3-4 horas tradicionais com equipamento automatizado.

A implantação dos cabelos, porém, continua dependendo da arte e técnica do cirurgião bem como o número de fios transplantados, que não se altera. A Clinica Bloch esta habilitada para lhe oferecer o Transplante Robotico, pois toda inovacao é bem vinda.

Sobre o Procedimento


Área Doadora

Administrada a anestesia local, a área doadora é preparada para a remoção dos fios, um a um, ou seja, o processo é indolor.

A retirada da área doadora consiste na remoção da área posterior e nas laterais do couro cabeludo, onde o cabelo é mais resistente à calvície de modo que os cabelos nesta área podem ser removidos e transplantados, pois não sofrem a ação do hormônio DHT (um metabólito da testosterona, o maior hormônio masculino circulante), e mesmo transferidas para a região receptora, mantém a sua genética, ou seja, os cabelos transplantados não caem mais e continuam grossos com o passar do tempo.

Através da técnica de transplante de unidades foliculares podemos tratar mesmo calvícies mais avançadas. Nosso objetivo é colocar o maior número possível de fios por sessão. Após a remoção dos fios da área doadora, eles são colocados em solução com baixa temperatura para sua preservação e a seguir inicia-se a colocação dos fios na área receptora.

Utilizamos umidificador de ambientes para manter a boa qualidade do ar e evitar que os fios possam secar. O processo de preparo e conservação adequada das unidades foliculares é indispensável para o sucesso do Transplante Capilar. Nós da Clínica Bloch somos muito exigentes e metódicos com relação a todo esse processo, em que detalhes podem fazer a diferença.

A precisão é um fator de extrema importância neste processo, para manter a qualidade das unidades foliculares. Após o adequado preparo das unidades foliculares, iniciamos a transferência para a região receptora.

Área Receptora

É a área calva a ser tratada, onde são transplantadas as unidades foliculares. Trata-se de procedimento minimamente invasivo, com breve período de recuperação e raríssimas complicações. No entanto, é necessária visão clinica, experiência e habilidade por parte do cirurgião. Na preparação da Área Receptora, é aplicado anestésico. A área receptora é pré-definida em conjunto: cirurgião e paciente, devemos levar em consideração quais são as prioridades para o paciente. Também utilizamos implanters, que delicadamente implantam a unidade folicular. Nesse processo são feitas as incisões com um instrumento pontiagudo, que varia seu tamanho de 0.6 mm a 0,9 mm, seguindo a angulação natural do cabelo. A perfeita harmonia determina o resultado final estético e natural do transplante e também a distribuição e densidade dos fios. Em resumo, a habilidade e o aspecto crítico e artístico na cirurgia, determinam a qualidade do resultado final do Transplante Capilar.

No micro transplante folicular de alta densidade, o principal objetivo é a naturalidade. Para tanto, deve-se respeitar as características naturais do cabelo, como angulação e direção do crescimento dos fios, mantendo assim as variações de densidade e volume das diferentes regiões do couro cabeludo.
A angulação e posicionamento corretos permitem o perfeito direcionamento para o posterior crescimento dos fios. A angulação varia de acordo com o local. Os cabelos da frente e de cima da cabeça em geral crescem direcionados para frente, e quando vamos fazer a restauração capilar no local respeitamos a mesma angulação já existente, de modo a garantir penteabilidade, ou seja, o paciente pode voltar a pentear os cabelos da mesma maneira que fazia anteriormente.

Como os fios são colocados com o máximo de densidade, se obtém uma densidade cosmética, ou seja, após o resultado final da cirurgia já não se consegue mais visualizar por transparência o couro cabeludo.

Como se trata de um processo bastante delicado e que não deixa marcas, lupas especiais são utilizadas durante todo o procedimento de colocação dos fios. Além disso, como os fios são bem lapidados, quase não fica pele ao redor, e eles ficam imperceptíveis, não se conseguindo notar diferença entre os fios transplantados e os fios originais remanescentes.

O Desenho da Linha Anterior

É a parte artística do processo e depende da percepção e senso artístico do cirurgião. O desenho depende do formato da face, e deve sempre seguir as proporções de simetria facial. Trata-se de grande responsabilidade escolher onde e como deverá ser colocado o cabelo.

Por isso, na primeira consulta realizamos um esboço a partir de onde será colocado o cabelo, e explicamos o motivo do posicionamento dos novos fios, uma vez que devemos aproveitar da melhor maneira possível os fios que são fornecidos pela área doadora do paciente.

Pós-operatório imediato

Ao final do Transplante Capilar, a área transplantada é revisada e realiza-se a limpeza da área com solução fisiológica. Não utilizamos curativos ou bandagens. Realizamos um reforço da anestesia que dura 12 horas, de modo que a maioria absoluta dos pacientes não sente dor no 1º dia pós-operatório. A seguir o paciente será encaminhado para recuperação, onde se alimentará com dieta leve (um lanchinho ou uma sopa).

Permanecerá na clínica até passar o efeito da sedação, recebendo alta médica na sequência. No dia seguinte o paciente irá até clínica para lavar os cabelos e receber as orientações pós-operatórias. Prescrevemos ainda anti-inflamatórios durante os primeiros 05 dias para realizar a prevenção da dor, garantindo que o paciente nem comece a sentir qualquer desconforto. Todo o acompanhamento do pós-operatório (orientações, consultas e avaliações fotográficas) é realizado por um ano após a cirurgia pela Dra. Leila Bloch e equipe de enfermagem.

Todo o pós-operatório, um acompanhamento que inclui lavagens, tratamento com LED (luz emitida por diodo), um LASER de baixa potência, com cerca de 15 visitas a clínica, faz parte de nosso cuidado com o paciente para obter os melhores resultados.

Podemos te ajudar! Preencha o formulário

Em qual estágio de calvície você se encontra? 

1 - Início de Queda de Cabelo

3- Perda de Cabelo na Frente

5- Parte Superior e Coroa Calva

7- Perda severa de cabelo

2- Perda de Cabelo nas Entradas

4- Área Frontal e Coroa Calva

6- Perda Extensiva do Cabelo

Podemos te ajudar! Preencha o formulário

Em qual estágio de calvície você se encontra? 

1 - Início de Queda de Cabelo

3- Perda de Cabelo na Frente

5- Parte Superior e Coroa Calva

7- Perda severa de cabelo

2- Perda de Cabelo nas Entradas

4- Área Frontal e Coroa Calva

6- Perda Extensiva do Cabelo

  • Clinica Bloch
  • Clinica de Implante Capilar em SP
  • Capilar-transplante-clínica
  • Transplante-Itaim-bibi
  • Implante Capilar SP itaim Bibi
  • Implante Capilar ou Transplante Capilar SP
  • Clínica de Implante Capilar

Sobre a

Clínica

tecnica fue

Ciência, técnica e ética em busca dos melhores resultados em Transplante Capilar.

 
Confidencialidade
Conforto Clínica Implante CapitarConforto
Clínica de Implante com EstacionamentoValet
 

Saiba mais >>

Sobre a

Clínica

tecnica fue

Ciência, técnica e ética em busca dos melhores resultados em Transplante Capilar.

Saiba mais >>

  • Clinica Bloch
  • Clinica de Implante Capilar em SP
  • Capilar-transplante-clínica
  • Transplante-Itaim-bibi
  • Implante Capilar SP itaim Bibi
  • Implante Capilar ou Transplante Capilar SP
  • Clínica de Implante Capilar
 
Confidencialidade
Conforto Clínica Implante CapitarConforto
Clínica de Implante com EstacionamentoValet
 

Perguntas Frequentes

tecnica fue

1 Qual a diferença entre as técnicas FUE e FUT?
FUE é a técnica o efeito mais natural, se refere à colocação dos fios com o máximo de naturalidade um a um. Ao contrário da FUT, uma técnica antiga, que gera efeito conhecido como cabelo de boneca, devido a extração em fita, que deixa cicatriz linear.
2 A cirurgia realmente funciona?
Sim. O cabelo transplantado é removido de uma área do corpo (área doadora) e transferido para outra (área receptora). O folículo transplantado não é “rejeitado” pois não é estranho ao organismo. Além disso, os fios nunca afinarão, pois preservam a memória da área doadora, garantindo um resultado prolongado da cirurgia.
3O cabelo transplantado pode cair com o passar dos anos?
Não, pois os folículos transplantados preservam a "memória" genética da região doadora, ou seja, mesmo sendo transplantado para a área calva, não afinam ou caem com o tempo.
4 Qual a idade mínima para realização de uma cirurgia de transplante capilar?
Por se tratar de cirurgia com baixo risco cirúrgico, não há idade mínima para sua realização e nem está restrita a determinada faixa etária. Muitas vezes, vale a pena esperar um pouco mais a definição do quadro de perda capilar para a realização da cirurgia nos pacientes mais jovens, o que é avaliado durante a consulta médica.
5 Em quanto tempo o resultado da cirurgia ficará visível?
Saindo do centro cirúrgico o paciente terá uma pequena noção do resultado da cirurgia, já que as unidades foliculares são transplantadas com os fios longos, em até 30 dias esses fios transplantados caem, permanecendo no couro cabeludo as unidades foliculares que em até 90 dias produzirão novos fios. Quando esses fios começarem a crescer, seguirão o ritmo de crescimento normal dos cabelos do paciente, ou seja, 1 centímetro por mês. A visibilidade do resultado ocorre de forma gradativa, conforme os fios crescem. Entre o 5º e 7º mês, nota-se grande diferença em termos de repilação e perto do 9º mês o resultado já estará bem próximo do final.

Perguntas Frequentes

tecnica fue

1 Qual a diferença entre as técnicas FUE e FUT?
FUE é a técnica o efeito mais natural, se refere à colocação dos fios com o máximo de naturalidade um a um. Ao contrário da FUT, uma técnica antiga, que gera efeito conhecido como cabelo de boneca, devido a extração em fita, que deixa cicatriz linear.
2 A cirurgia realmente funciona?
Sim. O cabelo transplantado é removido de uma área do corpo (área doadora) e transferido para outra (área receptora). O folículo transplantado não é “rejeitado” pois não é estranho ao organismo. Além disso, os fios nunca afinarão, pois preservam a memória da área doadora, garantindo um resultado prolongado da cirurgia.
3O cabelo transplantado pode cair com o passar dos anos?
Não, pois os folículos transplantados preservam a "memória" genética da região doadora, ou seja, mesmo sendo transplantado para a área calva, não afinam ou caem com o tempo.
4 Qual a idade mínima para realização de uma cirurgia de transplante capilar?
Por se tratar de cirurgia com baixo risco cirúrgico, não há idade mínima para sua realização e nem está restrita a determinada faixa etária. Muitas vezes, vale a pena esperar um pouco mais a definição do quadro de perda capilar para a realização da cirurgia nos pacientes mais jovens, o que é avaliado durante a consulta médica.
5 Em quanto tempo o resultado da cirurgia ficará visível?
Saindo do centro cirúrgico o paciente terá uma pequena noção do resultado da cirurgia, já que as unidades foliculares são transplantadas com os fios longos, em até 30 dias esses fios transplantados caem, permanecendo no couro cabeludo as unidades foliculares que em até 90 dias produzirão novos fios. Quando esses fios começarem a crescer, seguirão o ritmo de crescimento normal dos cabelos do paciente, ou seja, 1 centímetro por mês. A visibilidade do resultado ocorre de forma gradativa, conforme os fios crescem. Entre o 5º e 7º mês, nota-se grande diferença em termos de repilação e perto do 9º mês o resultado já estará bem próximo do final.

Onde 

Estamos

tecnica fue

Rua Joaquim Floriano, 72 cj. 37
Itaim Bibi - São Paulo