Tricologia


Você sabe o que é a tricologia? A tricologia é uma área médica, mais especificamente da Dermatologia, que estuda todas as patologias e problemas dos cabelos, fios e do couro cabeludo. Ou seja, o médico tricologista é aquele que estuda o cabelo! E para solucionar esses problemas, o profissional tricologista estuda toda a estrutura capilar, desde como nascem os cabelos até as anomalias que causam a queda dos mesmos.

Afinal, sabemos que a questão capilar vai muito além da estética e beleza, é uma questão de saúde. Doenças que começam a causar queda de cabelo podem ser fatais se não tratadas! Por essas razões, o diagnóstico é de extrema importância para que o tratamento seja eficaz. Um diagnóstico mal feito só vai causar dor de cabeça!

Como é feito o diagnóstico?

Aqui na Clínica Bloch, o diagnóstico é realizado através de um microscópio digital de forma simples e não invasiva. Esse aparelho permite a análise do couro cabeludo e do fio em imagens com aumentos de 20 a 40 vezes.

Ademais pode ser utilizado com luz polarizada e não polarizada. Dessa maneira, é possível avaliar sinais de inflamação, descamação, característica da microcirculação sanguínea e da estrutura da haste capilar em detalhes.

Sobretudo, o tricometro é um dispositivo utilizado que mede a quantidade de fios e sua espessura, ou seja, a massa capilar. Permite estimar a porcentagem de perda capilar entre diferentes regiões do couro cabeludo, sendo útil na detecção de uma calvície precoce e para avaliação dos resultados do tratamento. Inclusive, é um exame rápido e não invasivo!

Tratamentos

Existem vários tipos de tratamento que a Tricologia utiliza para tratar as diferentes patologias que acontecem.
Alguns dos tratamentos para os diferentes casos:

Loções Capilares:

As loções capilares trazem em sua formulação a substância Minoxidil, indicada para as pessoas com calvície leve à moderada.

Já que o Minoxidil prolonga a fase anágena, ou seja, a fase de crescimento dos fios.

Shampoos de combate à oleosidade:

Primeiramente, a Dermatite Seborreica (caspa) induz oleosidade, o que gera inflamação e faz com que os cabelos caiam um pouco mais rapidamente.

Assim, a utilização de shampoos adequados auxilia a evitar esse tipo de queda.

 

Intradermoterapia:

O tratamento de intradermoterapia consiste em aplicações de Minoxidil, D-pantenol e fatores de crescimento. O Minoxidil é um medicamento vasodilatador, que auxilia no fluxo de nutrientes para o couro cabeludo e no crescimento de alguns cabelos finos, principalmente na região do vertéx (coroa).

Inclusive por ser injetável, propicia efeito mais rápido na interrupção da queda, sendo indicado como tratamento de resgate em período de queda acentuada. É complementar ao tratamento clínico e pode ser muito útil nos casos em que o tratamento oral é contra-indicado.

 

Micropigmentação Capilar:

A Tricopigmentação ou Micropigmentação tem o efeito natural e delicado de “recriar” cabelos na região da cicatriz.

Tal efeito é alcançado quando realizado por um profissional qualificado na técnica, com o uso de equipamento específico com pigmentos biocompatíveis e bioabsorvíveis (orgânicos) importados, que não migram e não oxidam.

 

Peeling Capilar:

O Peeling Capilar, acima de tudo, combate a descamação e oleosidade no couro cabeludo. Após a limpeza, o resultado dos tratamentos tópicos é potencializado. Além de reduzir a inflamação decorrente da oleosidade, que auxilia no processo de perda capilar.

 

Fototerapia – Ultravioleta B (UVB)

A princípio, como alguns casos de psoríase podem responder pouco ao tratamento tópico, há a necessidade de uso de fototerapia para os casos mais resistentes.

A luz ultravioleta B de banda estreita (UVB Narrow Band – ondas de 311-312 nm) é a primeira escolha no tratamento com luz da psoríase, sendo segura e efetiva.

Acima de tudo, quando se trata de tratamentos capilares é indispensável à procura de um médicotricologista com boa formação. Pois, um diagnóstico bem feito é resultado garantido!

Você sabe o que é a tricologia? A tricologia é uma área médica, mais especificamente da Dermatologia, que estuda todas as patologias e problemas dos cabelos, fios e do couro cabeludo. Ou seja, o médico tricologista é aquele que estuda o cabelo! E para solucionar esses problemas, o profissional tricologista estuda toda a estrutura capilar, desde como nascem os cabelos até as anomalias que causam a queda dos mesmos.

Afinal, sabemos que a questão capilar vai muito além da estética e beleza, é uma questão de saúde. Doenças que começam a causar queda de cabelo podem ser fatais se não tratadas! Por essas razões, o diagnóstico é de extrema importância para que o tratamento seja eficaz. Um diagnóstico mal feito só vai causar dor de cabeça!

Como é feito o diagnóstico?

Aqui na Clínica Bloch, o diagnóstico é realizado através de um microscópio digital de forma simples e não invasiva. Esse aparelho permite a análise do couro cabeludo e do fio em imagens com aumentos de 20 a 40 vezes.

Ademais pode ser utilizado com luz polarizada e não polarizada. Dessa maneira, é possível avaliar sinais de inflamação, descamação, característica da microcirculação sanguínea e da estrutura da haste capilar em detalhes.

Sobretudo, o tricometro é um dispositivo utilizado que mede a quantidade de fios e sua espessura, ou seja, a massa capilar. Permite estimar a porcentagem de perda capilar entre diferentes regiões do couro cabeludo, sendo útil na detecção de uma calvície precoce e para avaliação dos resultados do tratamento. Inclusive, é um exame rápido e não invasivo!

Tratamentos

Existem vários tipos de tratamento que a Tricologia utiliza para tratar as diferentes patologias que acontecem.
Alguns dos tratamentos para os diferentes casos:

Loções Capilares:

As loções capilares trazem em sua formulação a substância Minoxidil, indicada para as pessoas com calvície leve à moderada.

Já que o Minoxidil prolonga a fase anágena, ou seja, a fase de crescimento dos fios.

Shampoos de combate à oleosidade:

Primeiramente, a Dermatite Seborreica (caspa) induz oleosidade, o que gera inflamação e faz com que os cabelos caiam um pouco mais rapidamente.

Assim, a utilização de shampoos adequados auxilia a evitar esse tipo de queda.
 

Intradermoterapia:

O tratamento de intradermoterapia consiste em aplicações de Minoxidil, D-pantenol e fatores de crescimento. O Minoxidil é um medicamento vasodilatador, que auxilia no fluxo de nutrientes para o couro cabeludo e no crescimento de alguns cabelos finos, principalmente na região do vertéx (coroa).

Inclusive por ser injetável, propicia efeito mais rápido na interrupção da queda, sendo indicado como tratamento de resgate em período de queda acentuada. É complementar ao tratamento clínico e pode ser muito útil nos casos em que o tratamento oral é contra-indicado.

 

Micropigmentação Capilar:

A Tricopigmentação ou Micropigmentação tem o efeito natural e delicado de “recriar” cabelos na região da cicatriz.

Tal efeito é alcançado quando realizado por um profissional qualificado na técnica, com o uso de equipamento específico com pigmentos biocompatíveis e bioabsorvíveis (orgânicos) importados, que não migram e não oxidam.

 

Peeling Capilar:

O Peeling Capilar, acima de tudo, combate a descamação e oleosidade no couro cabeludo. Após a limpeza, o resultado dos tratamentos tópicos é potencializado. Além de reduzir a inflamação decorrente da oleosidade, que auxilia no processo de perda capilar.

 

Fototerapia – Ultravioleta B (UVB)

A princípio, como alguns casos de psoríase podem responder pouco ao tratamento tópico, há a necessidade de uso de fototerapia para os casos mais resistentes.

A luz ultravioleta B de banda estreita (UVB Narrow Band – ondas de 311-312 nm) é a primeira escolha no tratamento com luz da psoríase, sendo segura e efetiva.

Acima de tudo, quando se trata de tratamentos capilares é indispensável à procura de um médicotricologista com boa formação. Pois, um diagnóstico bem feito é resultado garantido!

Podemos te ajudar! Preencha o formulário

Em qual estágio de calvície você se encontra? 

1 - Início de Queda de Cabelo

3- Perda de Cabelo na Frente

5- Parte Superior e Coroa Calva

7- Perda severa de cabelo

2- Perda de Cabelo nas Entradas

4- Área Frontal e Coroa Calva

6- Perda Extensiva do Cabelo

*Estado:

Podemos te ajudar! Preencha o formulário

Em qual estágio de calvície você se encontra? 

1 - Início de Queda de Cabelo

3- Perda de Cabelo na Frente

5- Parte Superior e Coroa Calva

7- Perda severa de cabelo

2- Perda de Cabelo nas Entradas

4- Área Frontal e Coroa Calva

6- Perda Extensiva do Cabelo

*Estado:

  • Clinica Bloch
  • Clinica de Implante Capilar em SP
  • Capilar-transplante-clínica
  • Implante Capilar SP itaim Bibi
  • Implante Capilar ou Transplante Capilar SP
  • Clínica de Implante Capilar

Sobre a

Clínica

tecnica fue

Ciência, técnica e ética em busca dos melhores resultados em Transplante Capilar.

 
Confidencialidade
Conforto Clínica Implante CapitarConforto
Clínica de Implante com EstacionamentoValet
 

Saiba mais >>

Sobre a

Clínica

tecnica fue

Ciência, técnica e ética em busca dos melhores resultados em Transplante Capilar.

Saiba mais >>

  • Clinica Bloch
  • Clinica de Implante Capilar em SP
  • Capilar-transplante-clínica
  • Implante Capilar SP itaim Bibi
  • Implante Capilar ou Transplante Capilar SP
  • Clínica de Implante Capilar
 
Confidencialidade
Conforto Clínica Implante CapitarConforto
Clínica de Implante com EstacionamentoValet
 

Perguntas Frequentes

tecnica fue

1 Qual a diferença entre as técnicas FUE e FUT?
FUE é a técnica o efeito mais natural, se refere à colocação dos fios com o máximo de naturalidade um a um. Ao contrário da FUT, uma técnica antiga, que gera efeito conhecido como cabelo de boneca, devido a extração em fita, que deixa cicatriz linear.
2 A cirurgia realmente funciona?
Sim. O cabelo transplantado é removido de uma área do corpo (área doadora) e transferido para outra (área receptora). O folículo transplantado não é “rejeitado” pois não é estranho ao organismo. Além disso, os fios nunca afinarão, pois preservam a memória da área doadora, garantindo um resultado prolongado da cirurgia.
3O cabelo transplantado pode cair com o passar dos anos?
Não, pois os folículos transplantados preservam a "memória" genética da região doadora, ou seja, mesmo sendo transplantado para a área calva, não afinam ou caem com o tempo.
4 Qual a idade mínima para realização de uma cirurgia de transplante capilar?
Por se tratar de cirurgia com baixo risco cirúrgico, não há idade mínima para sua realização e nem está restrita a determinada faixa etária. Muitas vezes, vale a pena esperar um pouco mais a definição do quadro de perda capilar para a realização da cirurgia nos pacientes mais jovens, o que é avaliado durante a consulta médica.
5 Em quanto tempo o resultado da cirurgia ficará visível?
Saindo do centro cirúrgico o paciente terá uma pequena noção do resultado da cirurgia, já que as unidades foliculares são transplantadas com os fios longos, em até 30 dias esses fios transplantados caem, permanecendo no couro cabeludo as unidades foliculares que em até 90 dias produzirão novos fios. Quando esses fios começarem a crescer, seguirão o ritmo de crescimento normal dos cabelos do paciente, ou seja, 1 centímetro por mês. A visibilidade do resultado ocorre de forma gradativa, conforme os fios crescem. Entre o 5º e 7º mês, nota-se grande diferença em termos de repilação e perto do 9º mês o resultado já estará bem próximo do final.

Perguntas Frequentes

tecnica fue

1 Qual a diferença entre as técnicas FUE e FUT?
FUE é a técnica o efeito mais natural, se refere à colocação dos fios com o máximo de naturalidade um a um. Ao contrário da FUT, uma técnica antiga, que gera efeito conhecido como cabelo de boneca, devido a extração em fita, que deixa cicatriz linear.
2 A cirurgia realmente funciona?
Sim. O cabelo transplantado é removido de uma área do corpo (área doadora) e transferido para outra (área receptora). O folículo transplantado não é “rejeitado” pois não é estranho ao organismo. Além disso, os fios nunca afinarão, pois preservam a memória da área doadora, garantindo um resultado prolongado da cirurgia.
3O cabelo transplantado pode cair com o passar dos anos?
Não, pois os folículos transplantados preservam a "memória" genética da região doadora, ou seja, mesmo sendo transplantado para a área calva, não afinam ou caem com o tempo.
4 Qual a idade mínima para realização de uma cirurgia de transplante capilar?
Por se tratar de cirurgia com baixo risco cirúrgico, não há idade mínima para sua realização e nem está restrita a determinada faixa etária. Muitas vezes, vale a pena esperar um pouco mais a definição do quadro de perda capilar para a realização da cirurgia nos pacientes mais jovens, o que é avaliado durante a consulta médica.
5 Em quanto tempo o resultado da cirurgia ficará visível?
Saindo do centro cirúrgico o paciente terá uma pequena noção do resultado da cirurgia, já que as unidades foliculares são transplantadas com os fios longos, em até 30 dias esses fios transplantados caem, permanecendo no couro cabeludo as unidades foliculares que em até 90 dias produzirão novos fios. Quando esses fios começarem a crescer, seguirão o ritmo de crescimento normal dos cabelos do paciente, ou seja, 1 centímetro por mês. A visibilidade do resultado ocorre de forma gradativa, conforme os fios crescem. Entre o 5º e 7º mês, nota-se grande diferença em termos de repilação e perto do 9º mês o resultado já estará bem próximo do final.

Onde 

Estamos

tecnica fue

Rua Joaquim Floriano, 72 cj. 37
Itaim Bibi - São Paulo

 
1
Olá!
Tire suas dúvidas sobre transplante capilar pelo WhatsApp com nossa consultora. 👩‍⚕
Powered by